O que está buscando?

Aluna do SESI Sorocaba ilustra livro da autora de Harry Potter

Versão brasileira de 'O Ickabog' conta com ilustrações de 34 crianças de todo o Brasil

 Por: SESI Sorocaba
04/01/202112:43- atualizado às 16:41 em 04/01/2021

A estudante do SESI Sorocaba, Ana Carolina Castro Ribeiro, de 12 anos, é uma das ilustradoras da edição brasileira do novo livro infantojuvenil da escritora britânica J.K. Rowling, autora da saga “Harry Potter”. “Fiquei muito feliz! Quando vi (o próprio nome na relação dos vencedores) saí correndo para contar para minha mãe e para o meu pai, fiquei bem feliz e bem orgulhosa”, comenta.

Com capa dura, a versão brasileira do livro foi ilustrada por crianças dos Estados do Amazonas, Bahia, Goiás, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Tocantins. Ana Carolina é a única representante selecionada da cidade de Sorocaba.

Como prêmio, os vencedores receberam um exemplar de “O Ickabog”, com adesivo e autógrafo da autora J.K. Rowling. “Meu sonho é conhecer ela, porque eu sou fã”, afirma a sorocabana, que já leu todos os livros da saga Harry Potter. “Eu li o primeiro, “Pedra Filosofal”, que era do meu pai e gostei muito. Daí todo ano eu comprava mais um, com o dinheiro que ganhava no meu aniversário”, relata.

Também como parte da premiação, as crianças terão direito de receber dois acervos de vinte títulos cada, selecionados pela Editora Rocco, sendo um para si e outro para doar para uma escola ou biblioteca à sua escolha. Ana Carolina escolheu a Biblioteca Infantil Renato Sêneca de Sá Fleury, “porque eu gosto muito de lá!”, afirmou.

Ana Carolina comentou sobre a sua paixão pela arte: “Sempre gostei das aulas de artes do SESI e das técnicas aprendidas lá, acredito que irei seguir esse caminho na minha vida profissional”.

 

A autora

Sobre seu mais novo livro, J.K. Rowling declarou: “Tive a ideia para o Ickabog há muito tempo e a li para meus dois filhos mais novos, capítulo por capítulo, todas as noites enquanto trabalhava nele. Porém, quando chegou a hora de publicá-lo, decidi lançar um livro para adultos, e foi assim que The Ickabog acabou no sótão.

Então, na primavera de 2020, o bloqueio aconteceu. Foi muito difícil para as crianças, em particular, então eu tirei o Ickabog do sótão, li pela primeira vez em anos, reescrevi partes dele e então decidi publicá-lo online para crianças presas em casa. Também pensei como seria maravilhoso se crianças presas ilustrassem a história para mim, então lançamos o concurso de ilustração Ickabog, administrado por meus editores em todo o mundo”.

 

Leia também