O que está buscando?

SESI SÃO ROQUE ENTREGA PARA ALUNO ÓCULOS INTELIGENTE QUE TRANSFORMA TEXTOS EM ÁUDIO

Ao posicionar livro ou tela à frente dos óculos, câmera acoplada à armação traduz o conteúdo. Trinta e um alunos do SESI-SP foram contemplados com o equipamento.

30/03/202218:07- atualizado às 16:35 em 31/03/2022

Sempre em busca das melhores soluções para minimizar as barreiras de acessibilidade para seus alunos com algum tipo de deficiência ou transtorno, o SESI São Paulo investiu em um recurso de tecnologia assistiva para proporcionar maior autonomia em atividades de leitura aos estudantes cegos ou com baixa visão. Trata-se do OrCam MyEye, dispositivo que, acoplado à armação dos óculos, faz o escaneamento e transforma textos de qualquer superfície em áudio, além de reconhecer rostos e produtos. Na escola SESI de São Roque, o aluno Luís Felipe da Silva Cavalcante, do 2ºano do Ensino Médio, foi contemplado.

 


A assessora técnica educacional do SESI São Paulo, Soraia Romano, explica que, para leitura e escrita, todos dependemos de um conjunto de habilidades visuais, como tamanho, contraste, cor e iluminação. “São elas que permitem a qualidade da percepção visual e, ao aprimorar a fluência do leitor, adquire-se agilidade de leitura. Os óculos vão proporcionar essa velocidade tão necessária com o decorrer dos anos escolares”, comentou a especialista, sobre o equipamento que ficará em posse dos alunos até a conclusão dos estudos no SESI. Em toda a rede escolar, formada por 142 escolas, 31 estudantes utilizarão o recurso.

 

De acordo com Soraia Romano, o impacto para os estudantes é muito grande, uma vez que não dependerão de modificações do conteúdo. “Os livros ampliados são de grande volume, desconfortáveis e, quando têm informações fragmentadas, trazem prejuízos na compreensão, inferência na leitura, o que implica em falta de coesão e coerência na produção textual”, exemplificou. “Alunos que estão no Ensino Médio, especialmente, se fortalecerão para almejar projetos de vida mais ousados”.

 

Os pais do aluno concordam que esse é um momento único para o filho, e que não há como descrever a felicidade. Helenaldo Silva, pai do adolescente, destacou “O SESI está superando positivamente em todo o suporte oferecido ao nosso filho, só temos que agradecer por mais essa conquista”.

 

Para garantir a privacidade dos estudantes em momentos de estudos em sala de aula, por exemplo, estes receberam da instituição fones de ouvido bluetooth. O diretor da escola SESI São Roque Dênis Pereira mencionou sobre a autonomia que o aluno receberá a partir desse momento, e ressaltou a importância que o SESI traz na Educação Inclusiva

 

“Nossa perspectiva educacional é de que precisamos remover as barreiras para a aprendizagem de todos os alunos. No caso dos cegos ou com baixa visão, essa ferramenta potencializa o desenvolvimento deles da mesma forma que todos os alunos de sua turma”, declarou o gerente executivo de educação do SESI São Paulo, Roberto Xavier. O equipamento OrCam MyEye foi adquirido via a empresa Mais Autonomia, representante exclusiva deste equipamento no Brasil. Cada equipamento custou em média 14 mil reais.

 

 

 

 

Leia também